Orientações Manutenção e Instalação

 

BATERIAS: A bateria estacionaria chumbo ácida deve ser instalada em local fresco e ventilado. Não deve ser instalada em locais de alta temperatura como forros e próximo a telhados, podendo perder eficiência ou consequente da perda da solução.

Recomendado aferir o nível do eletrolito 1 vez a cada 6 meses, e completar com água desmineralizada, normalmente encontrada em casa de baterias.

Para isto retirar as 6 tampas redondas na parte superior e verificar os níveis de todas as células individualmente, completando o nível se necessário.

No caso de ligação de 2 ou mais baterias em serie para obter tensão de 24v ou 48v, necessário fazer a equalização do banco de baterias.

Utilizando um multímetro, medir as baterias que estão em serie individualmente. As tensões das baterias na mesma serie devem ser iguais ou o mais próximo possível. Se encontrar diferença, verificar as outras, e trocar as baterias de posição de modo a acomodar as baterias com tensão mais próxima na mesma serie.

Caso não possua mais series de bateria para fazer o remanejo, necessário carregar individualmente as baterias que estão com tensão inferior de modo a equalizar o banco. Caso não tenha energia no local, nem gerador, ou carregador, a carga poderá ser feito em autoelétrico ou casa de baterias local. Todas as baterias na mesma série devem estar com tensão igual, para o correto funcionamento do sistema.

O cabeamento das baterias até o inversor, deve ser compatível com a potencia do inversor. Para verificar se tem perda de potência no cabeamento, medir a tensão nos polos das baterias e no terminal de entrada do inversor. Os valores devem ser iguais, diferença tolerável de no máximo 0,25% do valor de tensão nominal do banco. Caso a diferença seja maior, recomendamos utilizar cabo de bitola superior ou duplicar o cabeamento, acrescentando 1 cabo em paralelo em cada polo. Isto vai aumentar consideravelmente a eficiência de carga das baterias e consequentemente do sistema.

O inversor carregador tem o recurso de carga de equalização, que pode ser ativado em dia de sol pleno de forma a restabelecer a potencia nominal do banco de baterias, (verificar manual inversor).

 

VERIFICAÇÃO DE CONSUMO: O consumo deve ser compatível com a capacidade das baterias. No caso do modelo de bateria chumbo acida, para manter sua vida útil, somente é permitido descarregar 30% de sua capacidade. O inversor carregador sai programado de forma a desligar o sistema quando a tensão das baterias atinge o valor pré-determinado.

Para verificar o consumo real, medir a corrente DC com um alicate Amperímetro em um dos cabos de alimentação do inversor. Caso não possua Amperímetro com escala Amperes DC, podemos fazer através da medida da corrente AC na saída do inversor de modo a medir a corrente de consumo em regime normal de operação do sistema, com os aparelhos comumente utilizados ligados.

A partir desta medição, poderemos determinar a capacidade de baterias necessária para atender a demanda energética.

O consumo é determinado em W/DIA e podemos obtê-lo a partir da potencia de consumo dos aparelhos utilizados multiplicada pelo numero de horas que o equipamento ficará ligado.

Estes valores de potencia de consumo normalmente são encontrados em etiqueta na parte posterior do aparelho. Ex:

- 1 TV LED com consumo de 190w, se ligada por 10h/dia, consome do banco de baterias 1900w/dia.

- 1 lampada de 25w, de ligada 10h/dia, consome 250w/dia

- 1 forno elétrico de 1600w, se ligado 1h/dia, consome 1600w

O consumo total diário é a soma de todos os consumos individuais. Tomando como exemplo os aparelhos acima, temos: 1900w + 250w + 1600w = 3.525w/dia

A capacidade de uso das baterias pode ser calculada, multiplicando-se por 0,3 (30%), a corrente nominal da bateria pela tensão nominal e a quantidade de baterias. Ex: 4 baterias de 220A – calcula-se: 4 x 220A x 12V x 0,3= 3.168w/dia

Considerar w/dia como consumo em “watts” durante as 24h do dia.

Caso o consumo apresentado seja superior a capacidade do banco de baterias, deverá ser aumentado a capacidade do banco adicionando mais baterias em paralelo.

INVERSOR: O inversor é um aparelho eletrônico responsável pela conversão da tensão continua da bateria, em saída AC 110V ou 220v, conforme o modelo. Para o correto funcionamento e eficiência, deve ser instalado o mais próximo possível das baterias e o cabo deverá ser compatível com a potência.

Recomendamos a instalação de disjuntor na saída AC de modo a proteger contra eventual acidente. Segue abaixo tabela:

 

Potência

Saida AC 110V

Saida AC 220V

1000w

6A

4A

2000w

15A

8A

3000w

20A

10A

5000w

-

20A

 

Atenção: Caso necessite ligar, ao mesmo tempo, mais de um aparelho no inversor, cuidar para que a soma das potencias não ultrapasse a potência máxima do inversor. Para uso continuo, recomendamos trabalhar com 70% da potência nominal do inversor.

Alguns modelos de motor AC possuem características e picos de corrente de partida que podem danificar o inversor. Para uso de motores AC, recomendamos somente motores trifásicos, com inversor de frequência para aceleração lenta, minimizando o pico de partida. No caso de ligar algum motor, é importante nos consultar antes de ligar.

Geladeiras comuns residenciais e freezer de uso domestico, podem ser ligados. No caso de freezer, informar antes a capacidade para dimensionarmos o inversor correto.

Para o correto dimensionamento do inversor, deve ser informado todos os aparelhos que possivelmente podem ser ligados.

Em caso de duvidas contate nosso suporte técnico: 11 995923580 whatsapp